Eficiência operacional

GRI 102-11, GRI 103-2, GRI 103-3

Para controlar o impacto socioambiental de suas operações, a Companhia mantém um processo de manutenção preventiva e preditiva de todos os equipamentos, destacando-se o controle de poluição e os programas de ecoeficiência produtiva. Cumpre rigorosamente as exigências legais que dispõem a obrigatoriedade de monitoramento regular da qualidade das emissões atmosféricas, além da gestão, tratamento e disposição adequada dos efluentes líquidos e resíduos sólidos gerados nas operações industriais, em conformidade com os parâmetros permitidos.

Periodicamente, os indicadores de desempenho ambientais de seus processos e operações passam por avaliações, a fim de identificar os aspectos e impactos relevantes, por meio de uma equipe que soma profissionais treinados e consultores especializados. Em 2014, foi implementado o Sistema de Gestão Integrado (SGI), que promove o gerenciamento dos indicadores de meio ambiente e de saúde e segurança ocupacional, buscando assegurar o respeito a todos os padrões e limites especificados na legislação vigente, além de evoluir na eficiência dos processos produtivos e evitar ou mitigar os potenciais aspectos e impactos da atividade junto às comunidades locais. A Companhia mantém ainda, em todas as suas unidades industriais, o programa corporativo de Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais, dispondo de um sistema on-line de monitoramento dos planos de ações dedicados a minimizar interferências ambientais significativas.

No que concerne às comunidades próximas, a empresa conta com um bom sistema de gestão, tratamento, controle e monitoramento de indicadores socioambientais, a fim de evitar e/ou mitigar potenciais riscos e impactos, incluindo um plano de emergência que cobre diferentes cenários possíveis, tais como incêndios, vazamentos químicos, emergência médica, e também números de contato emergencial e procedimentos de comunicação, equipamentos e execução de procedimento de resposta a emergências. Além disso, investe reiteradamente em segurança nas áreas de armazenagem de amônia e sistemas de refrigeração, utilizando detectores de vazamento (no interior de áreas operacionais e sala de máquinas), contenção secundária, sistemas de ventilação, sinais de alerta adequados e equipamentos de resposta a emergências.

Em 2018, a Companhia investiu em um amplo trabalho de padronização das operações em suas diferentes unidades e escritórios, uniformizando processos comerciais, corporativos e operacionais. Por meio de manuais, procedimentos e outras ferramentas, foi possível alinhar os processos de gestão, em benefício da eficiência operacional e da qualidade. Outro investimento importante do último ano se voltou para o sistema SAP, com melhorias em ferramentas de gestão.

Todos os insumos utilizados nas fábricas passam por um processo de homologação, que inclui análise documental, laudos de migração do produto/ insumo, teste piloto e aprovação final. Além disso, a Companhia mantém um sistema de gestão de consumo de embalagens, baseado na quantidade de animais a serem abatidos na unidade, que gera o consumo ideal para cada setor. O monitoramento da relação entre a utilização programada e a utilização real, com a elaboração de um relatório de sobras e descartes por setor, é feito ao final de cada dia, e os gestores são cobrados de acordo.

Para 2019, a empresa pretende elevar os investimentos em projetos para aumentar a eficiência, otimizar a produção e melhorar a precificação. O programa Atitude Campeã será expandido para o Paraguai, o que irá ajudar a elevar a eficiência da operação. O mapeamento de oportunidades e a expansão do programa para todos os países também estão na agenda para os próximos anos.

Bem-estar animal

frame-23Como um dos grandes agentes do setor de produção de carne bovina no mundo, a Companhia reconhece a importância de integrar o bem-estar animal em suas práticas como um requisito de sustentabilidade e de aumento da competitividade, em um mercado cada vez mais exigente.

Atestando seu compromisso com esse tema, a Companhia detém a certificação da Professional Animal Auditor Certification Organization (PAACO), instituição de reconhecimento internacional sobre bem-estar animal. Suas unidades industriais passam por auditorias anuais dedicadas a verificar o atendimento da certificação.

A mais exigente norma de produção de alimentos da Europa é elaborada pela British Retail Consortium (BRC) e estabelece padrões de qualidade e segurança para a produção de alimentos. A Minerva detém a certificação nas unidades de Araguaína (TO), Barretos e José Bonifácio (SP), Janaúba (MG), Mirassol d’Oeste (MT), Palmeiras de Goiás (GO), Rolim de Moura (RO); Frigomerc, Mussa, San Antonio, IPFSA e Belen (Paraguai); Carrasco, Pul e Canelones (Uruguai); Pilar e Rosário (Argentina).

Compra de gado
A agropecuária brasileira é uma área em constante melhoria, e o aumento da incorporação de tecnologia tem permitido significativa elevação da produtividade e da qualidade dos animais. O desafio do setor é avançar na produção de animais cada vez mais jovens, com melhor peso ao abate e boa terminação de gordura.

Para uma empresa exportadora, é crescente a busca pelo melhor perfil de animais para atender suas carteiras de clientes. Em 2018, com o aumento da exigência de mercado, a Companhia empenhou-se na busca pela melhor matéria-prima, alcançando resultados positivos e permitindo um trabalho de maior eficiência nas fábricas.

A relação com os fornecedores é um elemento essencial da atividade da Companhia, que se empenha em conhecer a cadeia e apoiar o desenvolvimento de seus parceiros.

A Companhia valoriza fortemente a proximidade com seus fornecedores, mantendo estruturas de relacionamento dedicadas e diversas iniciativas de relacionamento com esse público. A participação em eventos técnicos é frequente e a presença da equipe de Compra de Gado favorece a relação próxima com o produtor. A gestão de fornecedores é feita de acordo com a necessidade da carteira de cada unidade. O mapeamento do perfil do pecuarista é realizado pela equipe de Inteligência de Mercado e enviado aos técnicos de campo para estreitar o relacionamento com esse público. No final de 2018 foi lançado, em parceria com a empresa de nutrição animal Phibro, o Programa de Eficiência de Carcaça. Por meio desse programa, que irá reconhecer melhores carcaças por meio de grids de qualidade, será possível obter um maior engajamento desse público e o alinhamento de expectativas, em uma relação que agrega valor para todas as partes da cadeia produtiva.

Para 2019, o foco é buscar o melhor resultado. Para isso, haverá mudanças no modelo de precificação da Companhia, com o objetivo de precificar corretamente o gado em função do perfil de carcaça, valorizando os animais de melhor qualidade, capazes de gerar melhor resultado para a indústria, e penalizando aqueles com baixos resultados. O Programa de Eficiência de Carcaça ajudará a identificar os melhores animais para atender todas as carteiras do mercado.

Falando de Pecuária
Com o objetivo de engajamento, o programa Falando de Pecuária oferece encontros, palestras e visitas de campo a pecuaristas. O trabalho é feito com a ajuda de técnicos, veterinários, zootecnistas e agrônomos, considerando as peculiaridades regionais.

Em 2018, teve destaque o tema da sanidade animal, sobretudo a questão da vacinação, de modo a contribuir para que os fornecedores utilizem as vacinas corretamente e evitem a perda. Os pecuaristas puderam conhecer as melhores técnicas para um manejo seguro e adequado, a fim de atender as exigências sanitárias, além de aprender sobre nutrição animal, oportunidades de maior rentabilidade, sustentabilidade e mercado pecuário. No último ano, a iniciativa foi realizada em 8 estados do Brasil, com participação de aproximadamente 400 pecuaristas.

Programas de eficiência
Os programas de eficiência – Bíblia, Osso Branco e Atitude Campeã – foram fundamentais para o bom desempenho da Companhia em 2018. Entre seus objetivos estão a padronização de processos, a elevação do rendimento e da produtividade e a redução da volatilidade nos resultados operacionais. Também proporcionam maior engajamento dos colaboradores e garantem melhores condições para transformar desafios em conquistas, de maneira consistente e ágil.

Instituídos no Brasil, os programas de eficiência da Companhia poderão ser expandidos para as unidades da Athena Foods.

Bíblia
O projeto Bíblia dedica-se à padronização de processos nos parques industriais e à captação de sinergias operacionais. Por meio dele, a Companhia identifica e registra as melhores práticas de suas unidades, tornando- -as em seguida padrão para todas as demais. Ao identificar e universalizar as melhores práticas, o projeto alcança ganhos de produtividade e eficiência, além de benefícios econômicos e financeiros.

A Bíblia é um dos requisitos solicitados e contabilizados pelo programa Atitude Campeã.

Osso Branco
Por meio do projeto Osso Branco, a Companhia visa a maximizar sua capacidade de desossa, fazendo com que haja a menor quantidade possível de produto no osso, aumentando assim o rendimento das unidades, pelo melhor aproveitamento da carcaça.

Iniciado em 2015 e consolidado em 2016, o programa é bastante difundido, sendo um dos requisitos solicitados e contabilizados na Atitude Campeã.

Atitude Campeã
O programa de eficiência Atitude Campeã foca na aplicação de iniciativas e processos operacionais descritos no projeto Bíblia, além de fomentar a inovação e a disseminação de melhores práticas. Incentivando uma competição sadia entre as unidades, oferece premiação financeira para aquelas mais bem colocadas. Dessa forma, a Companhia estende a cada colaborador a cultura e o espírito de dono.

O programa busca definir, com base nas melhores práticas observadas nas diferentes unidades, uma meta ambiciosa de operação para todo o parque industrial, levando cada unidade a buscar um desempenho no melhor padrão de todos os indicadores apurados. No formato de uma competição anual, premia mensalmente os colaboradores das unidades de melhor desempenho com um almoço especial, troféu e sorteio de prêmios (como computadores e televisores); ao fim do ano, os colaboradores da unidade e dos departamentos que somam mais pontos recebem bonificações adicionais.

Com um potencial de ganho exponenciais, o programa Atitude Campeã permitiu à Companhia corroborar alguns valores, como disciplina, foco e determinação.

Os objetivos dos programas de eficiência estão na padronização de processos, na elevação do rendimento e da produtividade e na redução da volatilidade nos resultados operacionais.